LOAA79F_GC_fRRhwx7PFzWMyTvw

TRANSLATE (TRADUÇÃO)

RELÓGIO

PRÊMIO TOP BLOG 2015

PESQUISAR NESTE BLOG

Carregando...

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

IGNORÂNCIA CIENTÍFICA MATA MAIS DO QUE ZICA VÍRUS


Inscreva-se neste blog, insira seu E-mail na caixa abaixo.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

 

Aproveite e vote neste blog

Eu pensei que a maior ignorância científica do brasileiro seria a de não acreditar que o homem foi à lua, mas estou enganado, o Zika Vírus e a Microcefalia estão matando menos do que a burrice científica dos brasileiros, é tão astronômica a ignorância científica que os conspiracionistas estão criando na internet sem nenhum aval científico, informações falsas, onde milhões de brasileiros estão acreditando nas redes sociais sendo que nenhuma destas postagens possui pelo menos uma autoridade científica, um estudo publicado pela revista científica "Pesquisa FAPESP" há alguns anos atrás revelava que somente 11% da população brasileira lê notícias científicas com freqüência, (quer dizer + que 89% dos brasileiros são analfabetos científicos) diferentemente dos milhões que param para assistir futebol, novela e BBBosta, Mas não é só os amadores que são ignorantes, a comunidade científica brasileira atrelada a um governo corrupto, lento e burrocrático faz com pesquisas de ponta fiquem no meio do caminho por falta de verba e por falta de política científica, no Brasil a comunidade científica e as autoridades do governo que cuidam dos organismos científicos não tem a tradição de fazer pesquisas direcionadas por anos e décadas objetivada em um único segmento ou causa, aqui no Brasil só se estuda o artefato depois que a bomba explode, sempre foi assim e sempre será, agora com o zika vírus continua a mesma coisa, lembra que a dengue já é velha possui décadas e o Instituto Butantan disse que levaria no máximo 3 anos para se criar uma vacina eficaz contra ela, ou o instituto Butantã é mentiroso ou por ser um órgão público ele oculta coisas do governo como falta de verba e a população fica há décadas esperando a vacina que duraria 3 anos, o cientista Wilson Savino, diretor do Instituto Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) do Rio de Janeiro disse em evento que está longe de a comunidade científica descobrir a real causa da microcefalia relacionada ao o zika vírus devido a pouco estudo na área além de baixos investimentos, outro problema nesta questão é que os cientistas estão perdendo de lavada para os políticos, pois um político se faz em 6 meses (da candidatura a eleição) já um cientista leva-se no mínimo 20 anos para se fazer um, porém no Brasil é mais fácil a população acreditar na mentira de um político corrupto do que na veridicidade de um cientista com décadas de estudo e ambos (governos e cientistas) estão perdendo de virada para os conspiracionistas que estão soltando teorias da conspiração a tortelo sem nenhum respaldo científico a ponto de dizer que o vírus zika é patente da família Rockfeller e o zika vírus foi solto de propósito na natureza para infectar pessoas, tudo isto por causa do mosquito transgênico da Oxitec, mas na verdade vou a explicar abaixo o que é negócio e o que é ciência e o que teoria da conspiração mentirosa. 

Teoria da Conspiração
 (suposta patente da família Rockefeller)

(captado em: ATCC)

Em 1999 pesquisadores da Universidade de Oxford entre eles David Kelly e Luke Alphey ambos pesquisadores e desenvolvedores do mosquito transgênico e estéril Aedes Aegypti patentearam um produto tecnológico OGM (Organismo Geneticamente Modificado) pelo nome de "Aedes aegypti OX513A em 2002 eles fundaram a empresa de startup Oxitec (Oxford Insect Tecnologies) uma empresa britânica de ciência e biotecnologia criada para tornar a tecnologia do mosquito comercial

Mosquito Aedews Aedgypti (comum)

(captado em: Pesquisa FAPESP)

 Mosquito Aedews Aedgypti (comum)
esquerda (macho), centro e direita (fêmea)

(captado em wikipédia)


No Brasil o trâmite burocrático para produção do mosquito transgênico e transferência de tecnologia começou 2009 e não agora em 2015 como fala os conspiracionistas, o Nº do processo é: 08/10254-1 como você pode ver na fonte o link da FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e envolve diversos pesquisadores entre eles Margareth Lara do ICB-USP (Instituto de Ciência Biomédicas da USP) coordenadora da pesquisa, o trabalho de pesquisa foi autorizado como estudo pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) por tanto sem aval para comercialização, esta parte ainda cabe a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) o que a agência liberou foi somente o estudo, a Oxitec trabalha agora para a ANVISA conceder autorização comercial, pois segundo a empresa o estudo para permanecer no Brasil só é possível por via comercial uma vez que o custo é alto algo em torno de 2 a 5 milhões de reais no início do primeiro ano e boa parte disto foi bancado pela empresa com recursos próprios. Em 2009 a autorização foi concedida para importar os mosquitos transgênicos e Universidade doou milhares de mosquitos, começaram-se então os estudos no Brasil no ICB/USP (Instituto de Ciências Biomédicas da USP) entre 2010 e 2011 começaram as pesquisas de campo e os lugares escolhidos para o teste foi Piracicaba (SP) com 82% de redução dos mosquitos, Juazeiro, (BA) com 80% e Jacobina (BA) com 79%. No Brasil a Oxitec contou com a parceria de uma empresa denominada Moscamed de um pesquisador de USP, a moscamed já tinha experiência em agentes biológicos e já havia fornecido também moscadas transgênicas para a agricultura no combate a pragas e infestações daninhas. Abaixo imagem da larva do mosquito transgênico "Aedes aegypti OX513A" desenvolvido pela Oxitec.

                  Larva do Mosquito Aedews Aedgypti Transgênico) 
                           (Aedes aegypti OX513A)

Observe nos olhos da larva e na ponta da cauda a marca bioluminescente, identificando o mosquito transgênico)



(captado em: Pesquisa FAPESP)

No site da Oxitec, o mosquito transgênico "Aedes aegypti OX513A" é o produto tecnológico que está em melhor fase de desenvolvimento, no gráfico mostrado pela empresa revela que o produto já passou por todas as fases e etapas inclusive etapas experimentais tanto em laboratórios quanto no campo. outros produtos ainda nem sequer chegaram na fase piloto quando se inicia os testes.

Teste e fase de desenvolvimento dos produtos da Oxitec

                                    (captado em: Pesquisa Oxitec)

Abaixo faço um breve resumo com ficha técnica dos termos e outros aspectos relacionados com o mosquito Aedes Aegypti e doenças relacionadas ao mosquito.


Aspectos Relacionados ao mosquito Aedes Aegypti

Nome Científico: Aedes Aegypti, do grego “aēdēs”  (odioso) e do latim “ægypti”  (Egipto).

Descrição Científica: foi descrito cientificamente em 1762 como Culex aegypti e em 1818 descobriu-se seu gênero Aedes e passou então a chamar de Aedes Aegypti.

Origem Geográfica: África (mas precisamente do Egito).

Isolamento do vírus em laboratório: o vírus zika foi isolado pela primeira vez em laboratório no ano de 1947 com sangue de macaco rhesus quando uma equipe chefiada pelo cientista Dick G.W estuda a febre amarela naquela região, os estudos foi financiado pela fundação científica Rockefeller foi daí que surgiu a teoria da conspiração, mas na verdade o ano de 1947 que aparece nas teorias conspiração é o mesmo ano que o vírus isolado foi inserido na base de dados da empresa ATCC que não é um escritório de patentes e sim uma empresa sem fins lucrativos que cuida de agentes biológicos tanto para comercialização tanto para estudos.

Origem Biológica Ancestral: descobriu-se através do genoma do aedes aegypti em 2007 que seu ancestral é o Drosophila melanogaster (mosca comum da fruta) de cerca de 250 milhões de anos atrás.

Imigração do mosquito: chegou  na América por meio de navios dos colonizadores,

Erradicação: por volta de 1950 o Brasil erradicou o mosquito, porém ele voltou à tona a partir de 1960.

Doenças transmitidas pelo mosquito: o mosquito transmite dengue, febre amarelafebre zika e chicungunha.

Tipos de Dengue: na verdade existem vários tipos de dengue, Dengue I, Dengue II... e não somente um único tipo.

Seqüenciamento Genético: foi seqüenciado no século XXI, publicado em 2007 contendo 15.419 genes em seu genoma.

Patente do Mosquito Transgênico: a tecnologia que desenvolveu o mosquito “Aedes aegypti OX513A” foi patenteada em 1999 e comercializada a partir de 2002 pela empresa britânica Oxitec.

Pesquisadores e Universidade: David Kelly e Luke Alphey entre outros pesquisadores da Universidade de Oxford desenvolveram o mosquito transgênico denominado de “Aedes aegypti OX513A”.

Pessoas Atingidas no Mundo: 100 milhões de pessoas no mundo são afetadas anualmente pelas doenças transmitidas através do mosquito Aedes Aegypti .

Países: 100 países (atualmente 110 países) têm presença do mosquito e doenças relacionadas com ele, alguns casos mesmo com baixo índice, mas existem.

Regiões Endêmicas: América Latina, África e parte da Ásia.

Transmissor da Doença: quem transmite de fato a doença é a fêmea do mosquito, pois esta precisa de sangue para produzir seus ovos.

Resistência dos Ovos: dura até um ano no ambiente seco sem água, porém só se desenvolve em água limpa sem decomposição de material. A água limpa não necessariamente seja filtrada ou tratada, mas sim que não seja barrenta e com muito material podre em decomposição, ou seja, uma água clara.

Prejuízo Mundial: gera prejuízo anuais ao mundo de £3.5 bilhões de euros, (mais de 10 bilhões de reais) de em cotações atuais do euro equivalente a ou dois orçamento anuais da USP.

Identificação do Vírus: o zika vírus foi identificado pela primeira vez em Uganda em 1947 e no Brasil em 2014 através de turista que vieram para copa do mundo.

Código CID das Doenças causadas pelo Aedes Aegypti: Microcefalia código (Q02), Dengue (A90), Chicungunha (A92), Febre Amarela (A95), Febre Zika (A92.8) estes códigos são usados para pesquisar doenças em bancos de dados tipo CID e DATASUS.


Vídeo Institucional da Oxitec mostrando como se produz o mosquito passo a passo.




Observações: os dados de casos e mortes são bastante confusos e imprecisos não por falta de estatísticas, mas sim por falta de organização uma vez que as próprias organizações misturam dados de casos e mortes causados pelo mosquito aedes aegypti com microcefalia, dengue e febre amarela veja alguns, Ministério da saúde (Brasil): 3670 casos suspeitos de Microcefalia (não necessariamente causados pelo mosquito) a ONU consideram que entre 300 a 400 milhões de pessoas no mundo são atingidas por doenças causadas pelos mosquitos do gênero Aedes. Os dados necessitam de especificação ao invés de misturá-los como faz a ONU e Ministério da Saúde no Brasil.

Mapa múndi  de doenças endêmicas causadas pelo mosquito do Aedes Aegypti


(captado em: wikipédia)

Observe no mapa acima que as regiões mais afetadas são América Latina, África e parte da Ásia, quanto a cor vermelha alaranjada for de forte ocntraste maior é a incidências de doenças causadas pelo mosquito.
Microcefalia

Agora um breve resumo sobre a Microcefalia, o termo "microcefalia" vem do grego 'mikrós'  (pequeno) + kephalé (cabeça) é uma condição neurológica em que o tamanho da cabeça ou perímetro cefálico occipito-frontal (OFC) é menor comparado com a idade e sexo do bebê, a microcefalia também é chamada de "nanocefalia" por acadêmicos. Diferentemente do que as pessoas leigas (analfabetos científicos) pensam, a microcefalia não é transmitida somente pelo vírus do mosquito Aedes Aegypti, o mosquito é apenas um dos meios que transmite a doença, porém a microcefalia acontece por outros fatores como: 

- Consumo abusivo de álcool e Drogas durante a gravidez;

- Diabetes materna mal controlada;

- Hipotiroidismo materno;

- Insuficiência placentária

-  Anomalias genéticas;

- Exposição à radiação de bombas atômicas;

A Microcefalia só o ocorre pelo mosquito se este estiver o vírus zika e se a mulher tiver em período de gravidez. No Brasil o ministério da saúde passou a considerar a partir de 2015, microcefalia para casos em recém nascidos que possui o perímetro da cabeça igual ou inferior a 32 centímetros, a microcefalia esta classificada como doença pela CID (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde) ou ICD na sigla em inglês,a CID é uma classificação da OMS (ONU) para padronizar de forma única todas as doenças e problemas relacionados à saúde de uma forma geral, a CID é usada tanto por acadêmicos (médicos, pesquisadores), governos para tomar decisões quanto por institutos de pesquisas e pela população pesquisando as doenças no banco de dados, o código da microcefalia usada na CID é Q02, este código serve como padrão único para você pesquisar a doença "microcefalia no banco de dados do CID ou de outras plataformas com o DATASUS (banco de dados do SUS - Sistema Único de Saúde) que é o maior banco de dados de saúde do Brasil e um dos maiores do mundo. A CID vem acompanhado de algum número na seqüência depois da sigla tipo agora ela se encontras assim CID-10 o Nº dez significa que a CID está na sua décima atualização, a próxima data para atualização é 2018 lá a sigla será CID-11 e assim sucessivamente, a CID é traduzida em 43 idiomas e está presente em 117 países.

Teorias da Conspiração
(área 51 nos EUA tem um ET, Friboi é do filho de Lula, Michael Jackson não morreu, Elvis Presley está vivo, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá,v blá, blá, blá)

Várias teorias da conspiração surgiram nas redes sociais argumentado que o zika vírus na verdade é um produto de laboratório desenvolvido de propósito para serem inseridos na natureza e contaminarem as pessoas e as empresas lucrarem com a venda de remédios, porém esses argumentos feitos por blogueiros não tem nenhum respaldo científico, separei aqui uma matéria publicada no blog Caminho Alternativo onde o autor do blog argumenta que o zika vírus é de propriedade da família Rockefeller, para quem ainda não sabe, a família Rockefeller é o segundo meio que mais produz teoria da conspiração depois do "Área 51" dos EUA. Na matéria o blogueiro relata inclusive com prints de que o zika vírus é de fato da família Rockefeller é vendido por € 599,00 até aí nada de estranho uma vez que a família Rockefeller e suas fundações têm ligação comercial com ciência e tecnologia seja direta ou indireta através de financiamentos.

Vírus Zika depositado na empresa empresa ATCC que cuida de agentes biológicos

(captado em: ATCC)

observe que o "Rockefeller Foundation" é a fundação científica que na época financiou o estudo da mlária em 1947 quando descobriram e isolaram o vírus zika, já o nome de Dick G.W na referÊncia do depósito, é o cientista chefe da equipe que fez a pesquisa através da Fundação Científica rockefeller. Até aí nada de conspiração.

Preço do zika vírus à venda no site da ATCC usado em pesquisados (isolado em 1947 do sangue de macaco rhesus pelo cientista Dick G.W e sua equipe quando pesquisa malária em Uganda na África)

(captado em: ATCC)

Conferir os links inclusive na bolsa de valores de Nova Yorque a NASDAQ, onde se verifica os acionistas da empresa Intrexon (dona da Oxitec) e verifiquei que são verdadeiros realmente da família Rockefeller, o que não quer dizer que a família Rockefeller é uma espécie de Hitler que está matando a população mundial através de inserção de insetos na natureza. Na verdade a empresa citada pelo autor é a ATCC, uma empresa americana (organização sem fins lucrativos) que desde 1925 quando foi fundada, guarda, preserva, cultiva e comercializa materiais biológicos (vírus bactérias, fungos etc.) e a teoria da conspiração que o autor do blog refere é sobre o produto zika vírus oferecido no site da ATCC que na verdade foi o vírus zika isolado do macaco rhesus em Uganda na África pelo cientista Dick GW e sua equipe ambos pesquisadores da fundação Rockeffler e este vírus serve para uso em laboratórios pelos cientistas para fazer comparações assim como os outros produtos oferecidos pela empresa ATCC o nome da família Rockefeller na verdade é verídica, porém é uma fundação científica que na época foi quem financiou os estudos da febre da malária naquela região da qual eles isolaram o vírus zika de um macaco rhesus em 1947. 

Acionistas da empresa Intrexon (dona da Oxitec)

                                        (captado em: NASDAQ)

Artigo científico publicado em 1952 pelo Oxford Journals sobre os estudos e isolamento do Zika Vírus, os pesquisadores e a Fundação Científica Rockefeller

                                 (captado em: Oxford Journals)

Mas não pense que a companhia ATCC vai vender agentes biológicos a tortelo como batata na feira sem nenhum controle, apesar de a empresa ATCC possuir autorização para comercializar em 150 países, é tudo controlado pelo governo americano e o cliente tem de explicar tudo, o nome do comprador, o país e a instituição de pesquisa, ou indústria. Além do mais o valor de 599,00 euros são para custear os gastos de manutenção com os agentes biológicos. Não é só o zika Vírus que a empresa ATCC possui, ela também possui agentes biológicos humanos inclusive de pessoas mortas já há décadas, além de um enorme estoque de outros produtos e agentes biológicos que você ver na descrição abaixo:

Venda de células humanas para estudo através da incubadora ATCC

                                            (captado em: ATCC)

- 4.000 linhas de células humanas e animais e um adicional de 1.200 hibridomas. 

- Mais do que 3000 vírus humanos e de animais isolados a partir de várias fontes.

- 18.000 estirpes de bactérias a partir de 900 gêneros.

- 2.000 tipos diferentes de vírus animais.

- 1.000 vírus de plantas. 

- 49.000 cepas de leveduras e fungos de 1.500 gêneros e 2.000 cepas de protistas totalizando ao todo 7600 espécies.

- Mais de 3.400 linhas celulares contínuas disponíveis por espécies, tipos de tecido, doença, e vias de sinalização.

- 1.000 ácidos nucléicos genômicos e sintéticos, bem como materiais de referência certificados.

- 500 culturas microbianas recomendado como cepas de referência de controle de qualidade.

80% dos clientes da ATCC são do segmento: Indústria e Academia, 75% dos clientes são dos EUA e os outros 25% são clientes estrangeiros, a ATCC tem autorização legal do governo dos EUA para comercializar seus produtos em 150 países. Procurei em vários sites de organismos de patente e nenhum deles apareceu alguma patente para o termo “zika vírus” as leis e diretrizes dos órgãos de patente permite-se apenas 20 anos de proteção e essa suposta patente de 1947 já teria vencido e caído em domínio público.


Site europeu de pesquisa de patentes




No site de patente européia acima pesquisei o termo zika vírus, porém a data mas próxima de 1947 foi 1949 e os termos zika retornado pelo buscador na verdade é o nome ou sobre nome dos pesquisadores e não o nome da patente em si.

WIPO - World intellectual Property Organization)
(Organização Mundial de Propriedade Intelectual)



No site da Organização Mundial de Propriedade Intelectual (WIPO) como você pode ver aciam na imagem, fiz busca pelo termo zica vírus exclusivamente no ano de 1947 como confundiu o blogueiro o ano de deposito na incubadora achando que a empresa ATCC era escritório de patente, na busca os termos termos refertente à "zíka", zika vírus" e vírus zika  não retornou nenhuma patente para o ano de 1947 como você pode ver no texto em inglês na parte da borda inferior da imagem a frase "No documents match your query" (Nenhum documento corresponde à sua consulta) a data de 1967 também aparece pois esta é a diferença de 20 anos em que a propriedade fica protegida.


Teorias da conspiração também relacionam Bill Gates com essas teorias alegando que o dono da Microsoft financia outras pandemias no mundo como, gripe aviária entre outras acusando Bill Gates de “eugenista” que vem da palavra “Eugenia” que é definida como o estudo dos agentes sob controle social e que pode dominar a população seja física ou mentalmente, um dos exemplos de eugenia é o nazismo, outros exemplos de eugenia são o controle social das pessoas através de religiões abraâmicas como pregação da morte de homossexuais para limpar o mundo, também é uma forma de eugenia. 

Fonte:










Centro Internacional de Informação da Dengue: http://www.oxitec.com/health/dengue-information-centre/








WHO: Organização Mundial da Saúde/ONU: organização das Nações Unidas (CID-10)  http://www.who.int/classifications/icd/en 


Oxford Journals: pesquisadores do zika vírus (artigo científico) 
http://trstmh.oxfordjournals.org/content/46/5/509  

NASDAQ: Bolsa de Valores de Nova Iorque (acionistas da Intrexon, dona da Oxitec) 
http://www.nasdaq.com/symbol/xon/institutional-holdings 


SPACE NET: Site de buscas de patente  (Escritório de Europeu de Patente ) http://worldwide.espacenet.com/

WIPO - World intellectual Property Organization (Organização Mundial de Propriedade Intelectual) http://www.wipo.int/portal/en/index.html


http://enderecodaciencia.blogspot.com.br/p/sobre-o-autor.html

Seja também um Parceiro se você tem um site ou blog que enquadra na categoria: CIÊNCIA, TECNOLOGIA, ÁREAS DO CONHECIMENTO E AFINS podemos ser parceiros e inserir link e banners em ambos, clique aqui e saiba como.  

Compartilhe



sábado, 30 de janeiro de 2016

ESCALA SCOVILLE: VOCÊ CONHECE?


Inscreva-se neste blog, insira seu E-mail na caixa abaixo.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

 

Aproveite e vote neste blog

A “Escala Scoville”, conhecida também como “Teste Organoléptico de Scoville” é uma medida usada para medir o grau de ardência de plantas e vegetais que tem esta característica como as pimentas, a escala scoville foi criada em 1912 pelo farmacêutico Wilbur Scoville (1865-1942). Em 22 de janeiro de 2016 quando completou 74 anos de sua morte, o buscador Google homenageou o criador da Escala Scoville em seu logo com um Doodle animado como você pode ver no vídeo abaixo. A medida usa como base um composto químico “capsaicina” presente nas plantas chamado do gênero Capsicum como as pimentas, a escala varia de 0 (zero) como o pimentão a 16.000.000.000 (dezesseis bilhões) de unidades como a substância Resiniferatoxina que atinge o grau máximo da escala no caso da pimenta a mais potente é a Capsaicina (pura) atingindo 15.000.000 (quinze milhões) de unidades, sendo que cada 1 (uma) unidade de ardência equivale 1 xícara de pimenta que equivale a 1000 xícaras de água, a unidade padrão da escala scoville é: Scoville Heat Units (SHU) algo como Unidades de Calor Scoville. Existe até aplicativos da Escala  Scoville no Google Play (android), um é o aplicativo "Pimentas Picantes (oferecidos por José D. Vargas M.) e o outro é "Scoville Scale" (oferecido por:Obomuse), ambos gratuíto para baixar.

SHU = 1 xícara de pimenta que é = 1000 xícara de água
1000  xícara de água = 1 xícara de pimenta que é = 1 SHU


Parte da Escala de Scoville





Vídeo do Doodle do Google homenageando Wilbur Scoville



Escala Scoville (4shared)

Fonte:





Capsaicina (composto químico)  https://pt.wikipedia.org/wiki/Capsaicina  




http://enderecodaciencia.blogspot.com.br/p/sobre-o-autor.html

Doação


O blog Endereço da Ciência
http://enderecodaciencia.blogspot.com.br/ é um blog sem fins lucrativos espécie de portal da ciência onde reúne tudo sobre ciência em um único lugar e tudo isso é feito gratuitamente  sem cobrar nada em troca no entanto acabo tendo custos e pagando do meu próprio bolso por tanto solicito a gentileza dos amigos e usuários da internet, uma pequena contribuição de vocês para ajudar na manutenção do blog  Endereço da Ciência   deixo claro que  blog não dará nada em troca apenas os nomes dos contribuintes ficará em uma nota de agradecimento no próprio blog com a permissão autorizado do mesmo que contribuiu ou se preferir ficar como doador anônimo também acatarei. Clique em um dos banners abaixo: PayPal, Vaquinha ou Catarse  e faça sua contribuição.

PayPal





DIVULGUE  EM SEU SITE/BLOG

ENDEREÇO DA CIÊNCIA



Seja também um Parceiro se você tem um site ou blog que enquadra na categoria: CIÊNCIA, TECNOLOGIA, ÁREAS DO CONHECIMENTO E AFINS podemos ser parceiros e inserir link e banners em ambos, clique aqui e saiba como.  

Compartilhe



ARQUIVO DO BLOG

MARCADORES (TAGS/PALAVRAS-CHAVE) EM ORDEM ALFABÉTICA

100 mil 14 bis 2011 2012 2013 2015 2016 21 gramas 2º turno A PLANETA AZUL abl ACADEMIA acesso acustica acústica africultura agenda agenda cientifica agnosticismno agnostico agricultura agronomia agropecuaria agropecuária alberte einstein alberto alexandria algore ambiente analfabetismo cientifico anchieta anestesiologia anestesiologia.antropologia animação animais ano antropologia ao vivo aplicativo APOLO apresentação aquecimento global area arqueologia ASSOCIAÇÃO astrofísica ASTRONAUTICA ASTRONOMIA astronomo ateismo ateu atheism ateu atheist australia aviaçao aviao bate papo BIBLIOTECA BIG BANG biofísica biografia bioinformatica biologia bioquímica biosfera blaise pascal blog boic botanica BRASIL brasileiro cafe calendario canal canal futura capsaicina Capsicum carl sagan catalogo cego cegueira centopeia CENTRO cerebro CHANNEL charles darwin chat ciencia CIÊNCIA ciencia da computação ciencia dos materiais ciencia e tecnologia ciencia infantil CIÊNCIA NUA E CRUA ciencias atmosfericas ciencias da terra e atmosfericas científico cientistas cientistas brasileiros cientometria cigarro clima climatologia colonização de marte COMETA comos computação comunidade contemporaneo cosmologia cosmos crianças cultura CURIOSIDADE curiosidades científicas DARWIN DARWIN TUNES DATA datas científicas dendrologia descartes dicas DISCOVERY documentário Doodle Dr house e=mc² eco ECOLOGIA economia economia ambiental eddington educação einstein ENAST encontro endereco endereço da ciência enfermagem engenharia engenharia aeroespacial engenharia biomedica engenharia eletrica e eletronica enquete entomologia Escala Scoville espaço espaço criança espinoza estatisticas estatísticas ESTATÍSTICAS CIENTÍFICAS estimativas estudos etnicos etnohistoria eu maior europa report eventos exatas exposição farmacêutico farmacia febrace feira de ciencias ferramenta ficçao cientifica filme FILMES filosofia filosofia (logica) filosofico filosofo fisica física força gravitacional fundaçaõ fundação futura GALILEU game gênero Capsicum genetica geofisica geologia geral (area diversas GERAL (ÁREAS DIVERSAS) -Continuação 1 GERAL (ÁREAS DIVERSAS) -Continuação 2 giordano bruno GLOBO google gravidade hangout hidrologia hipatia historia HISTÓRIA hoje humor cientifico ich ignorancia cientifica imagem imagens imunologia infantil instituto invenção ipcc IRRELIGIÃO ISON iss jerbialdo jogos john nash jornal jornalismo científico kids lago leonard mlodinow lingua.einstein LINKS literatura científica livro LUA MAÇA madame curie magazine magno marcelo gleiser marie curie mars one marte matematica MATEMÁTICA (Continuação) -1 materialaboração matrix MAVEN mecanica medicina MEDICINA (Continuação) - 1 MEDICINA (Continuação) - 2 meio ambiente melhor impossivel meteorito metrologia micologia microcefalia MIDIA mundial MUNDO MUSEU musica ateista musica cientifica MÚSICAS CIENTÍFICAS nacional nasa NATIONAL GEOGRAPHIC CHANNEL neurociencia NEWTON nietzschie nupesc nutriçao o universo numa casca de noz oceoanografia olho OLIMPIADA online organizações ornitologia padre parceiro parceria PATENTES patologia pesquisa pesquisa fapesp pimentas planeta PLANETÁRIO podcast poliamor poligamia POUSO prêmio prêmio top blog prêmio top blog 2015 previsão probabilidade programa PROGRAMS PROPRIEDADE INTELECTUAL psicanálise psicologia psicoterapia psiquiatria publicação publicações estrangeiras publicações nacionais quase deuses quimica radio radio cientifica raios ramo ranking rankings cientificos RAP CIENTÍFICO rastreador reconhecimento REDES SOCIAIS religiao reporter revista REVISTA NATIONAL GEOGRAPHIC revista ciência hoje revista ciência hoje das crianças REVISTA MUNDO ESTRANHO REVISTA NATIONAL GEOGRAPHIC REVISTA: SCIENTIFIC AMERICAN BRASIL REVISTA: SUPERINTERESSANTE ROYAL sando santos dumont satelite saúde saude ambiental science scientometria scientometrics scietometric scimago SECULARISMO SEM FÉ sem religiao semana Semana Mundial do Espaço semiotica serie SÉRIE sexologia sistemas de informação sistemas diversos site SITES Slooth snct sociedade SOCIETY sociologia socrates SOM SOM DO BIG BANG spinoza stephen hawking SYMPHONY OF SCIENCE tabaco technology tecnologia tecnologia educacional tempo teologia teoria da conspiração terra Teste Organoléptico de Scoville TOC top blog topblog 2012 toxicologia TRIPULADO turim tutoriais tv um cientista uma história universo velocidade critica velocidade da luz velocidade de escape VÊNUS VERDADEIRA vídeo videos virologia visao visualização voluntariado científico votação vulcanologia webometrics Wilbur Scoville World Space Week WSW zika virus zoologia